O TEMPO SITE 10 09 2017 EXATO.jpg

ESPECIFICIDADE PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO X I



A tecnologia computacional na educação pode ser considerada um elemento em movimento, que sofre e desencadeia mudanças provedoras de desafios.
Não apenas a escrita, a leitura, a audição e a visão estão sendo cada vez mais capturadas pelos avanços da tecnologia, mas também as capacidades de criação, de imaginação e de aprendizagem são favorecidas pelas possibilidades de interação dos novos recursos educacionais multimídia a partir dos diversos programas disponibilizados.
Ela a cada dia se fazem mais presentes na educação, sendo empregadas em diversas situações escolares.
A tecnologia computacional na educação pode ser considerada um elemento em movimento, que sofre e desencadeia mudanças provedoras de desafios.
Não apenas a escrita, a leitura, a audição e a visão estão sendo cada vez mais capturadas pelos avanços da tecnologia, mas também as capacidades de criação, de imaginação e de aprendizagem são favorecidas pelas possibilidades de interação dos novos recursos educacionais multimídia a partir dos diversos programas disponibilizados.
 Finalmente, não é apenas a presença ou a ausência da tecnologia que determina a 'lógica' do trabalho andragógico em sala de aula. A postura do professor, sua proposta e sua didática devem contemplar a possibilidade de colaboração e de participação de todos para que a lógica da comunicação predomine.
Ora, ensino é resultado de relações humanas e sociais, não apenas espaço onde se ministra conteúdos e se cobra conhecimentos. Ao considerar a sala de aula como um local de relações os professores e alunos passam a entender que estas relações afetam não apenas aos conteúdos desenvolvidos e sua aprendizagem, mas também as satisfações pessoais e profissionais.

REFERÊNCIAS


BRAGA, Ana Maria. Reflexões sobre a superação do conhecimento fragmentado nos cursos de graduação. In: LEITE, Denise (Org.). Pedagogia universitária: conhecimento, ética e política no ensino superior. Porto Alegre: UFRGS, 1999.

DIAS, Cláudia Augusto. Hipertexto: evolução histórica e efeitos sociais. Ciência da Informação, Brasília, v. 28, n. 3, p. 269-277, set./dez. 1999.

MARION, José Carlos; MARION, Arnaldo Luís Costa. Metodologias de ensino na área de negócios. São Paulo: Atlas, 2006.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Lea das Graças Camargos. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2002. v. 1.

SANTOMÉ, Jurjo Torres. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1998.

SCHAFRANSKI, Márcia Dérbli. Pedagogia no ensino superior: sociedade cognitiva. Curitiba: Juruá, 2003.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2000.

ZABALZA, Miguel A. O ensino universitário: seus cenários e seus protagonistas. Porto Alegre: Artmed, 2004.


 
Jor. Adelcio Machado dos Santos
 (MT/SC nº 4155 - JP)

Imagens


Contatos