Bolsistas de graduação do PROESDE têm aumento em bolsa e podem participar de mais de uma edição

Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (PROESDE)

Ensino Médio.  (2).JPG
Ensino Médio.

A partir de 2020, as bolsas de estudos concedidas pelo Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (PROESDE), dentro do programa UNIEDU, do Governo do Estado de Santa Catarina, passarão a cobrir 100% das mensalidades dos alunos de graduação na modalidade Desenvolvimento Regional, que atende a 1.186 estudantes de graduação. Esta era a única das três modalidades no PROESDE que ainda não ofertava a bolsa integral, mas cobria 70% do valor da mensalidade.

Outro benefício que passa a valer a partir de 2020 é a permissão para que o bolsista em todas as modalidades do PROESDE participe de mais de uma edição do programa, ou seja, até o final de seu curso de graduação. As mudanças, anunciadas às universidades que aderem ao PROESDE, têm o objetivo de fortalecer a política catarinense de estímulo ao desenvolvimento das regiões a partir da educação. As três modalidades existentes no programa beneficiam a 2.229 estudantes.

“Essa movimentação, que favorece aos estudantes com maior cobertura em uma bolsa de estudos e dá oportunidade para que eles participem do programa em mais de uma edição, é algo feito à luz de toda a legislação vigente. Portanto, estamos produzindo inovações incrementais no PROESDE, por meio de uma gestão atenta e focada nas oportunidades para o estudante”, avalia o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

Investimento foi de R$ 28 milhões em 2019

O investimento do Governo do Estado em bolsas do PROESDE em 2019 é de R$ 28 milhões dos quais R$ 14 milhões são destinados a alunos de cursos de licenciatura, para fomentar a formação de novos professore. Outros R$ 7 milhões são destinados a estudantes oriundos dos 50 municípios do estado com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Os demais R$ 7 milhões são destinados a alunos de quaisquer cursos de graduação e municípios do Estado, a fim de fomentar o desenvolvimento regional. A partir de 2020, estas três modalidades contam com o custeio de 100% de mensalidades, com o teto limitado a dois salários mínimos.

Além da bolsa de estudos, o PROESDE prevê, ainda, um auxílio mensal de até R$ 416 por aluno à Instituição de Ensino Superior (IES), para o desenvolvimento de pesquisas e projetos em um curso de extensão, sob o monitoramento do Comitê Estadual do PROESDE, formado por representantes das IES e da Secretaria de Estado da Educação.

Conheça o mapa visual do Programa UNIEDU e as modalidades de bolsas para o Ensino Superior concedidas pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SED). Em 2019, foram investidos R$ 206 milhões no Uniedu.

O PROESDE

O Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional, PROESDE, tem como objetivo a concessão de bolsas de estudo para estudantes matriculados em Cursos de Graduação em áreas estratégicas e de Licenciatura, sob a coordenação da Diretoria de Políticas e Planejamento Educacional – DIPE, da Secretaria de Estado da Educação – SED.

O Programa abrange todas as regiões de Santa Catarina, beneficiando estudantes matriculados em cursos nas Instituições de Ensino Superior – IES mantidas por Fundações Educacionais de Ensino Superior, instituídas por Lei Municipal, considerando os recursos de até 20%, definidos no item “c” do inciso I, do art. 1º da Lei Complementar nº 281/2005.

 Foto: Osvaldo Nocetti/Arquivo SED

 

Sicilia Vechi

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Educação

 

www.sed.sc.gov.br

Imagens