ABPA, MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E APEX-BRASIL PROMOVEM NA ÍNDIA SEMINÁRIO SOBRE PARCERIAS

ABPA, MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E APEX-BRASIL PROMOVEM NA ÍNDIA SEMINÁRIO SOBRE PARCERIAS PARA A SEGURANÇA ALIMENTAR

Francisco Turra 1.jpg
Francisco Turra

 

São Paulo, 20 de janeiro de 2020 – A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), promoverão no dia 23 de janeiro, em Nova Délhi, um seminário para tratar sobre parcerias entre Brasil e Índia, visando a segurança alimentar.

Com o tema “Complementariedade e Parcerias para a Segurança Alimentar”, o seminário contará com apresentações da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina; do embaixador do Brasil na Índia, André Correa do Lago; do presidente da Apex-Brasil, contra-almirante Sergio Ricardo Segóvia Barbosa; além do diretor executivo da ABPA, Ricardo Santin.

O seminário antecede a Missão Presidencial do Brasil à Índia. Além de destacar parcerias para a ampla oferta de alimentos à população indiana, o evento abordará o modelo produtivo brasileiro, focado na qualidade dos produtos, no status sanitário e na sustentabilidade da produção. 

“Queremos reforçar nossa posição como Nação parceira para a oferta de proteína animal em complemento à produção local, no momento em que a economia da Índia cresce, juntamente com a renda média da população, o que naturalmente deve incrementar a presença de cárneos na dieta indiana”, analisa Santin.

EXPORTAÇÕES – Além do seminário, a ABPA entregou à Presidência da República do Brasil e à ministra da Agricultura as demandas do setor produtivo na pauta de negociações com a Índia.  A principal delas é a redução das tarifas para a importação de carne de frango e suína brasileiras. 

Embora aberto para o frango brasileiro, o mercado indiano impõe tarifas de 30% para produtos inteiros, 100% para cortes de frangos e 27% para suínos.

Com a segunda maior população do mundo, a Índia caminha para incrementar sua demanda por proteínas. “Hoje, o consumo per capita de carne de frango é baixo na Índia. Com o aumento da renda média do país, haverá necessidade de mais alimentos. Nesse quadro, a redução de barreiras tarifárias é fundamental, e beneficiará especialmente o consumidor indiano”, conclui o diretor executivo da ABPA.

SOBRE A ABPA – A ABPA é a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil. Congrega mais de 140 empresas e entidades dos vários elos da avicultura e da suinocultura do Brasil, responsáveis por uma pauta exportadora superior a US$ 8 bilhões.

Sob a tutela da ABPA está a gestão, em parceria com a Apex-Brasil, das quatro marcas setoriais das exportações brasileiras de aves, ovos e suínos: Brazilian Chicken, Brazilian Egg, Brazilian Breeders e Brazilian Pork.

Por meio de suas marcas setoriais, a ABPA promove ações especiais em mercados-alvo e divulga os diferenciais dos produtos avícolas e suinícolas do Brasil – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção –, fomentando novos negócios para a cadeia exportadora de ovos, de material genético, de carne de frangos e de suínos.

Associação Brasileira de Proteina Animal (ABPA)

Jornalista Paulo Cezar Abrahão Prates,

Assessor Dr. Francisco Turra/ABPA.

Imagens

Francisco Turra 1.jpg