O TEMPO SITE 10 09 2017 EXATO.jpg

JOGO TRADICIONAL QUE UNIU GERAÇÕES VIRA SENSAÇÃO EM ATIVIDADE DE ESCOLA DE CONTRATURNO EM AULAS NÃO PRESENCIAIS

Brincadeira tem encantado garotada que estuda na Escola Socioambiental em Piratuba, no desenvolvimento de peças com materiais recicláveis.

Por: Ernoy Mattiello - Ascom & Marketing

O tradicional Jogo da Velha, muito conhecido de gerações, por promover a distração de maneira simples e agradável, acaba de ganhar uma nova versão entre os estudantes da Escola Sócioambiental, unidade de que funciona na comunidade de Arroio Bonito, no interior de Piratuba.

Para entrar na brincadeira, a diretora Flávia Koch, conta que a garotada precisou assistir um vídeo tutorial em uma rede social e criar um tabuleiro customizado, além de produzir peças com materiais normalmente vão para o lixo. Assim o passatempo tradicional, ganhou uma nova versão, mais atrativa e inspiradora, que pode ser jogada entre crianças e adultos.

Segundo a Wikipédia, o jogo da velha (português brasileiro) ou jogo do galo (português europeu) ou três em linha é um jogo e/ou passatempo popular. É um jogo de regras extremamente simples, que não traz grandes dificuldades para seus jogadores e é facilmente aprendido. A origem é desconhecida, com indicações de que pode ter começado no antigo Egito, onde foram encontrados tabuleiros esculpidos na rocha, que teriam mais de 3.500 anos.

A brincadeira acabou integrando a família de uma maneira bem especial, já que para a confecção do tabuleiro e peças, foram usadas caixas de sapato e tampinhas de garrafa pet, que normalmente iria para o lixo, mas que com a brincadeira, ganhou uma nova utilidade.

Além de divertido, o jogo é uma forma lúdica de despertar a consciência ecológica, na formação de futuros cidadãos mais conscientes do papel de cada um na atividade coletiva em sociedade.


Imagens



Contatos