O TEMPO SITE 10 09 2017 EXATO.jpg

Foxy eyes: O que é esta polêmica tendência de beleza que vem ganhando adeptas pelo mundo

Procedimento chamado de 'olhos de raposa' ganhou popularidade no último ano

A cada novo procedimento estético que surge e se populariza, também entram em cena questionamentos sobre padrões estéticos e a constante luta com a autoestima de quem não se encaixa nesses padrões. A bola da vez é o chamado "foxy eyes" (ou olhos de raposa), que consiste em mudar o formato dos olhos dando um aspecto alongado e amendoado ao olhar.

Mundo afora, a técnica ganhou popularidade principalmente depois que influenciadoras e modelos como Kendall Jenner e Bella Hadid aderiram ao estilo, inicialmente alcançando o efeito através de maquiagem. No entanto, a tendência que antes tinha ajuda exclusivamente de delineadores, lápis e sombras evoluiu e agora passou a ser realizada através de procedimentos estéticos que podem ou não ser definitivos.

No Brasil, apenas em 2020, famosas como Flayslane, cantora e ex-BBB e as influenciadoras digitais Gabi Prado e Flavia Pavanelli realizaram cirurgias para conquistarem o olhar "puxadinho" e, assim como elas, inúmeras anônimas também estão interessadas em realizar a oculoplástica. Prova disso foi o número das buscas do Google por 'foxy eyes' após a revelação dos procedimentos realizados pelas beldades: um pico com aumento de mais de 1.250%.

Como é feito o procedimento e quais são os riscos?

O procedimento, que é feito com a elevação da sobrancelha, o que resulta em arqueamento do canto dos olhos, pode ser realizado de forma não cirúrgica, que é menos invasiva e dura cerca de 24 meses, dependendo do procedimento escolhido: aplicação de toxina botulínica, lifting palpebral ou fios de PDO; ou cirúrgica, no qual consiste a cirurgia do canto dos olhos, a chamada cantoplastia.

A cirurgia de fox eyes também pode ser combinada com a blefaroplastia (retirada do excesso de pele e bolsas de gordura das pálpebras), que dá um aspecto de olhos maiores. Também é possível realizar o procedimento através do lifting de supercílio, também chamado de lifting frontal, que promove a elevação das sobrancelhas.

Apesar da moda e dos diversos métodos disponíveis, a decisão de realizar o foxy eyes deve ser feita com cautela. Além disso, o procedimento não é recomendado para todas as pessoas.

De acordo com o cirurgião plástico Victor Cutait, quando não o profissional escolhido não realiza uma análise minuciosa do paciente podem ocorrer problemas já que o procedimento modifica o formato dos olhos o que até pode comprometer o fechamento ocular. "Quando os olhos não fecham totalmente, a córnea fica exposta e podem ocorrer lesões irreversíveis que comprometem a visão. Processos inflamatórios crônicos, como a síndrome do olho seco, também são comuns e, quando isso acontece, o paciente precisa passar por tratamento com colírios", explica o médico.

Polêmica: apropriação cultural?

Enquanto para muitos o foxy eyes é apenas mais uma tendência de beleza que cria uma aparência sexy, para os asiáticos que cresceram em países ocidentais, a moda tem sido gatilho para traumas não curados já que, ao longo de suas vidas, constantemente são ridicularizados e intimidados devido ao formato natural de seus olhos.

Por conta disso, discussões sobre apropriação cultural vêm sendo levantadas já que a técnica que alonga os olhos também pode ser interpretada como uma tentativa de simular os traços asiáticos.

"Se trata de uma questão delicada que vai além de um procedimento estético para elevar a autoestima, mas que também envolve padrões de beleza e processos de autoaceitação. Como cirurgião plástico, priorizo a seguinte mensagem aos meus pacientes: a melhor forma de se sentir bem consigo mesmo é evidenciando a beleza natural de cada um e não tentando simular características que podem anular seus verdadeiros traços e feições. A beleza não deve ser padronizada, mas múltipla", finaliza Cutait.




Contatos